Rua Vinte de Abril, 115 - Fortaleza - CE

Studio de pilates: 7 erros mais comuns e como evitá-los

Gostou? compartilhe!

Studio de pilates: 7 erros mais comuns e como evitá-los

O método da Contrologia foi criado na década de 1920, mas a técnica desenvolvida por Joseph Pilates se popularizou estrondosamente nos últimos anos, dados os inúmeros benefícios da sua prática. Hoje, é impossível não encontrar um Studio de Pilates próximo de casa ou do trabalho.

De fato, abrir o negócio e ter um Studio próprio não é muito difícil nem custoso, e, além de prazerosa, a atividade tem potencial para gerar bons rendimentos. Contudo, não se pode acreditar que investir em aparelhos e colocar uma bela placa na entrada do Studio são ações suficientes para manter a agenda cheia e a saúde do empreendimento.

Por isso, listamos 7 erros que muitos instrutores de Pilates cometem, para que você fique bem longe deles. Quer garantir o sucesso do seu Studio? Então, continue a leitura do post!

1. NÃO TER UMA FORMAÇÃO EM PILATES

Em primeiro lugar, qualquer pessoa que deseje abrir o próprio Studio de Pilates precisa cursar uma graduação em Fisioterapia ou Educação Física. Isso porque, no Brasil, esses são os únicos profissionais autorizados a elaborar e ministrar as aulas de Contrologia.

Cabe ressaltar que apenas bacharéis podem dar as aulas. Ou seja, quem tem formação em licenciatura, não tem permissão para ser instrutor. Ainda, é necessário ter registro profissional nos respectivos conselhos regionais que regularizam a profissão (Conselho Regional de Educação Física e Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional).

Depois dessa formação básica, é necessário se especializar no método Pilates, com cursos específicos para isso.

2. NEGLIGENCIAR AS NECESSIDADES DOS ALUNOS

O instrutor de Pilates trabalha diretamente com o público, e negligenciar as suas necessidades é um erro crasso. As pessoas procuram um Studio de Pilates por diferentes razões, e você precisa ouvir e dar valor a cada uma delas.

Como veremos mais adiante, você ainda pode escolher exatamente que tipo de público deseja atrair para o seu Studio e buscar se aperfeiçoar para atendê-lo da melhor forma possível.

Tratar os seus alunos bem e oferecer a eles exatamente o que procuram não é um diferencial do negócio, mas sim uma premissa de todo instrutor de Pilates. Isso é o que garante a agenda lotada e a boa rentabilidade do Studio.

3. NÃO INVESTIR EM EQUIPAMENTOS INOVADORES

Joseph Pilates desenvolveu o método na década de 1920 e, de lá para cá, muita coisa mudou. Hoje, o Pilates é divido em Clássico e Contemporâneo, sendo que esse último sofreu algumas alterações em medidas importantes e na intensidade, na quantidade e no tamanho das molas.

Além disso, novos acessórios foram incluídos ao método para aprimorar a execução, bem como os objetivos de inúmeros exercícios, como bolas de variados tamanhos, rolos, discos de equilíbrio etc.

Se você não tem um Studio de Pilates Clássico, deve investir em equipamentos modernos e completos, que proporcionem aos seus alunos tudo o que a essência do Pilates tem de melhor. Lembre-se de que os equipamentos são uma estrutura básica do método e, por isso, são levados em consideração pelas pessoas na hora em que vão escolher o Studio.

4. ADOTAR APARELHOS E ACESSÓRIOS POUCO ATRATIVOS

A maioria das pessoas gosta de praticar exercícios e cuidar da saúde em ambientes modernos, que ofereçam as facilidades que a tecnologia trouxe para a Contrologia. As evoluções do Pilates Clássico para o Contemporâneo não ficaram apenas nas melhorias nas execuções dos exercícios, mas também são observadas na questão estética dos equipamentos.

Esse é um ponto crucial para o sucesso de um Studio de Pilates: a sua atração visual. Os equipamentos são o centro dessa modalidade de exercícios, e é fundamental dar valor a eles na hora de montar o seu negócio.

Eles vão compor a identidade visual do seu Studio, portanto, invista em aparelhos novos, de qualidade e que sejam atrativos para o seu público. Além de expressarem a personalidade do dono do Studio, eles são imprescindíveis para estimular que os alunos façam seus exercícios adequadamente.

5. NÃO FAZER O CONTROLE DAS FINANÇAS

Não fazer o controle de finanças é percorrer o caminho do fracasso em qualquer negócio — e, em um Studio de Pilates, isso não é diferente. Mesmo que a área de formação do instrutor seja a da saúde, e que a administração de empresas não seja o seu forte, é preciso aprender o mínimo necessário para manter o Studio funcionando, principalmente antes de a clientela se firmar.

Você precisa ter um capital de giro para custear todas as despesas, além de ter uma reserva financeira para investir em melhorias, reformas, marketing etc. Ademais, é crucial saber controlar todos esses recursos e separar o que é pessoal e o que é empresarial.

Se for necessário realizar um empréstimo, analise com muita cautela todos os cenários de juros e período de carência, por exemplo. Para os investimentos, a mesma atenção deve ser dada, observando o tempo de retorno sobre eles.

Se for complicado demais para você, considere fazer consultas periódicas com um contador ou contratar um administrador. Hoje, também existem diversos softwares que auxiliam profissionais a gerenciarem os seus próprios negócios — não hesite em usar as ferramentas que facilitam a sua vida.

6. NÃO INVESTIR EM ATUALIZAÇÕES CONSTANTES

Mesmo tendo formação no curso de Pilates, é importante destacar que é fundamental não se acomodar e estar sempre em busca de aperfeiçoamento profissional. Mesmo que a essência do método permaneça a mesma desde que foi desenvolvido, é preciso manter-se atualizado para melhor atender o seu público.

Além disso, é possível se especializar em áreas distintas, como Pilates para Gestantes, Pilates Avançado (para quem tem hérnia de disco) e Pilates Suspensus. As constantes especializações são valorizadas pelo público e permitem que você explore nichos não abrangidos na sua região.

7. NÃO DAR VALOR À APARÊNCIA DO STUDIO

Muita gente pensa que basta ter um espaço disponível e alguns aparelhos na sala para oferecer um bom atendimento aos alunos de Pilates. Porém, como mencionamos, as pessoas procuram o método por diversas razões, e uma delas é a sensação de bem-estar que os exercícios proporcionam.

Contudo, uma das propostas do Pilates é promover conforto, tranquilidade e relaxamento aos praticantes e, nesse contexto, o ambiente em que os exercícios são realizados tem um papel fundamental para se alcançar essa satisfação.

Por isso, não deixe de lado o valor que a aparência do Studio tem. Invista em equipamentos modernos e de qualidade, escolha uma cor para completar a identidade visual da sua marca e, claro, mantenha seu Studio sempre limpo e organizado.

Como você pôde notar, cada vez mais pessoas procuram os benefícios que essa prática. Por causa disso, inúmeros profissionais têm investido em abrir os seus próprios negócios, mas não é raro que cometam muitos erros. Mas, com essas nossas dicas, você contorna todos eles e garante o sucesso do seu Studio de Pilates.

Gostou do nosso artigo? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe de perto todas as nossas publicações! Estamos no Facebook, no Instagram, no Pinterest e no YouTube.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp New Pilates Whatsapp New Pilates